Cuidados com Piercings Genitais

Os piercings genitais são de longe os mais sensuais. Mas antes de sair correndo atrás de um body piercer existem algumas coisas que precisam ser avaliadas.

A região genital é muito irrigada, possui muitas terminações nervosas e está constantemente exposta a fluídos corporais. Ou seja, um piercing genital exigirá uma assepsia muito maior durante sua cicatrização e uma higienização maior durante todo o tempo que você decidir permanecer com ele.

  • A primeira avaliação é pessoal. Você está disposto a arcar com todos os cuidados extras com sua região íntima?
  • Você conhece bem o body piercer que você escolheu? Já viu trabalhos cicatrizados? Ele possui alvará da ANVISA? Esses cuidados vão garantir que você não se exponha ao risco de contrair uma infecção ou uma DST (doença sexualmente transmissível).
  • Antes de escolher o local onde vai perfurar, é bacana perguntar para o profissional se o local que você tem em mente tem um local específico para ser furado. A região possui terminações nervosas e perfura-las no lugar errado pode causar dor e perda de sensibilidade parcial ou total.
  • Assegure-se que escolheu uma joia de aço cirúrgico inoxidável, titânio cirúrgico, nióbio, platina ou bio plástico. Esses são materiais reconhecidos pela comunidade médica mundial, utiliza-los evitará processos alérgicos, infecções e rejeições.
  • Sempre observe para ver se todo o material utilizado é descartável.

O importante é dizer que um estúdio de piercings sério nunca se recusa a fazer todos os processos na sua frente, desde esterilização das joias e pinças até a abertura do lacre da agulha.

Dica importante: caso você tenha alergia ao látex das luvas é conveniente você comprar um par de luvas cirúrgicas esterilizadas e lacradas para oferecer os body piercer; as chances de ele possuir luvas sem látex são bem pequenas.

O que fazer antes da colocação?

  • O local deve estar totalmente saudável.
  • A mulher deve aguardar 3 dias após o termino da menstruação, esse é o melhor período para a colocação de qualquer piercing íntimo feminino.
  • Evitar ato sexual um dia antes da aplicação, mesmo que com parceiros fixos.
  • O local deve estar depilado para facilitar marcação e assepsia, bem como a visualização dos furos para fazer a limpeza durante a cicatrização.
  • Saber que após a colocação do piercing haverá sim a necessidade de abstinência sexual e que o tempo é determinado dependendo da perfuração.

O que fazer depois da colocação?

  • Durante os 7 primeiros dias, mulheres devem utilizar absorvente diário e troca-lo de 6 em 6 horas e homens devem trocar a cueca duas vezes ao dia. Para evitar qualquer infecção proveniente do acumulo de urina e suor na roupa íntima.
  • A limpeza deve ser feitas de 2 a 3 vezes ao dia com sabonete líquido antisséptico e depois fazer a aplicação de algum spray ou cicatrizante indicado por seu body piercer.
  • Evitar alimentos muito gordurosos no período de cicatrização.
  • Evitar relações sexuais com parceiros fixos no primeiro mês e com outros parceiros até o terceiro mês.
  • Para os piercings masculinos que perfuram a uretra é indicado que se consuma muita água para que os sais da urina ajudem a reconstituir a região.
  • Evitar água do mar e piscina até a cicatrização estar completa.
  • Seguir a risca todas as indicações do seu body piercer e falar com ele caso aja algum problema. E procurar um médico caso o problema fuja aos conhecimentos técnicos dele.

VEJA TODAS AS PERFURAÇÕES CLICANDO AQUI

Sou um grande apaixonado por modificações corporais em geral. Acho muito foda ter a possibilidade de colocar um adorno e deixar nosso corpo um pouco mais com nossa cara.

Hoje eu. Biel, possuo 23 piercings espalhados por meu rosto, orelhas, boca e mamilos. Mas em breve pretendo colocar mais e, claro, tenho muita vontade de colocar piercings genitais.

Piercings Genitais

Para muitas tribos antigas a perfuração de partes do corpo, inclusive piercings genitais, está ligada a estética, ritos de passagem, cerimoniais e demonstrações de força e poder. Outras culturas também adoram os genitais pelos mesmos motivos: estética, força e poder. Então porque não unir as duas coisas? É mais ou menos isso o que fazemos hoje em dia com os piercings genitais, com um foco muito maior em sensualidade.

Afinal de contas quem nunca teve curiosidade quando soube que alguém possuía um piercing genital e não se pegou tentando imaginar como ele é? É muito comum esse tipo de aplicação despertar muita curiosidade e desejo.

Para não deixar esse post gigante fiz um separado para os cuidados antes e depois de perfurar uma piercing genital. CLIQUE AQUI PARA VER.

Veja só as perfurações:

Perfurações genitais femininas:

Christina:

É um dos piercings íntimos femininos mais populares. A joia é colocada verticalmente logo após o capuz do clitóris, na junção dos grandes lábios. A ideia é que a bolinha inferior do piercing estimule o clitóris durante a relação sexual para causar mais prazer.

Por ser uma perfuração um pouco mais profunda leva um tempo um pouco maior para cicatrizar, entre 1 a 3 meses.

 

Piercing Genital Christina

Piercing Genital Christina

 

Clitóris Horizontal:

Com certeza um dos mais desejados e esteticamente bonitos. A joia é colocada diretamente no clitóris em uma perfuração horizontal. A intensão é que durante o sexo ou a masturbação os movimentos da joia estimulem a região elevando prazer. A colocação desse piercing deve ser feita por alguém extremamente experiente, porque caso ele erre o local da aplicação pode retirar toda a sensibilidade do clitóris. Essa também é uma região onde deve-se tomar muito cuidado para não enroscar a joia em roupas íntimas afinal o clitóris é feito de um tecido delicado que pode se romper com facilidade. A cicatrização tem um tempo mediano que varia entre 6 e 8 semanas.

tumblr_inline_mrojkfwlkD1s786dk (1)

Piercing Genital Clitoris Horizontal

 

Clitóris Vertical:

Esse é com certeza é o piercing genial feminino de maior preferência, porque é o menos doloroso para a aplicação na região do clitóris e é um dos que mais o estimula. Para colocar esse piercing é importante que o body piercer analise muito bem a região porque em algumas mulheres não há tecido o suficiente para essa perfuração. A joia é colocada verticalmente percorrendo todo o capuz do clitóris, logo todo o corpo do piercing estimula a região. Sua cicatrização é considerada rápida e pouco desconfortável; um dos motivos é o fato da joia acompanhar a anatomia da região. O tempo de cicatrização varia entre 4 e 6 semanas.

Piercing Genital Clitóris Vertical

Piercing Genital Clitoris Vertical

 

Pequenos Lábios:

Esse é de longe o menos doloso principalmente porque a espessura da pele a ser perfurada é menor. E como os pequenos lábios são muito flexíveis há poucas chances de expulsão da joia.
A escolha desse local normalmente é feita por conta do valor estético e da estimulação que acontece para a mulher e para o pênis também. É muito comum colocaram mais de um piercing nos lábios e toda a sua extensão é perfurável. A cicatrização também é rápida e sem grandes desconfortos e geralmente dura entre 4 e 6 semanas.

Piercing Genital Pequenos Labios

 

Grandes Lábios:

A perfuração nos grandes lábios é mais complicada que nos pequenos, por conta da quantidade de tecido a ser perfurada. Por ser um piercing que fica mais exposto ao atrito com roupas intimas pode enroscar e/ou ficar em constante movimento, o que pode prejudicar a cicatrização. Se você tem grandes lábios menores pode não ser uma boa perfura-los devido ao movimento da região pode haver expulsão da joia. A cicatrização varia entre 6 e 12 semanas.

Piercing Genital Grandes Labios

*SÃO OS AZUIS GRANDES*

 

Triângulo:

Esse é um piercing que exige habilidade por parte do body piercer porque ele também precisa analisar se a mulher tem tecido suficiente para sua aplicação e ter mão firme para acerta-la depois, para que o piercing fique reto e consiga estimular o clitóris. O furo é feito a baixo do clitóris próximo onde começa o seu capuz. Após a colocação esse é um piercing que exige cuidado para não enroscar. A cicatrização tem um tempo mediano que varia entre 8 e 12 semanas.

Piercing Genital Triangle

Piercing Genital Triangle

 

Suitcase:

Esse piercing é muito pouco conhecido. É colocado entre a vagina e o ânus, o que pode prejudicar sua assepsia. Essa piercing causa pouca estimulação sexual e sua colocação é estimulada por estética. O tempo para sua cicatrização varia entre 6 e 12 semanas.

Piercing Genital Suitcase

 

Fourchette:

Esse é o piercing menos popular entre as mulheres. É colocado na parte de baixo da abertura da vagina próximo ao períneo em uma “aba” de tecido que fica para fora. Nem todas as mulheres possuem esse tecido. Por ser um piercing que fica com uma de suas bolinhas praticamente dentro do canal vaginal manter sua higienização durante o período menstrual pode ser um problema. Como seu período de cicatrização é maior que 1 mês o ideal é colocá-lo logo após uma menstruação para garantir que ao menos nos primeiros 25 dias ele não tenha o menor contato possível com fluídos corporais, o tempo para sua cicatrização completa varia entre 8 e 12 semanas.

Piercing Genital Fourchette

 

Perfurações genitais masculinas:

Prince Albert:

É o mais conhecido dos piercings genitais masculinos e provavelmente o que causa mais aflição ao ser visto. Mas sua aplicação é relativamente simples e utiliza um protetor uretral para evitar que a agulha machuque a uretra por dentro. Sua assepsia nunca é 100% porque como atravessa a uretra sempre haverá o contato com urina e esperma, por isso sua higiene é primordial. Sua colocação é feita de forma que o piercing entre na glande ao lado do freio e saia pelo orifício da uretra na ponta da cabeça. Sua cicatrização é relativamente rápida e varia entra 2 e 4 semanas.

Piercing Genital Prince Albert

 

Reverse Prince Albert:

É exatamente o mesmo piercing só que colocado na parte de cima da glande. Em sua colocação ao invés de joia ficar ao lado do freio ela fica para o lado oposto na parte de cima da cabeça.

E também é um piercing que atravessa a uretra, logo os cuidados são os mesmos. Sua cicatrização também varia entre 2 e 4 semanas.

Piercing Genital Reverse Prince Albert

 

Ampallang:

Essa perfuração atravessa o corpo do pênis horizontalmente de um lado a outro passando ou não pela uretra. É uma perfuração mais complicada justamente por não ser tão superficial como as outras. O tempo de cicatrização varia entre 6 e 12 meses.


Piercing Genital Ampallang

Piercing Genital Ampallang

 

Apadravya:

Segue o mesmo princípio do Ampallang só que na vertical. O tempo de cicatrização também é longo, entre 6 e 12 meses.

Piercing Genital Apadravya

 

Magic Cross:

Basicamente é uma perfuração que combina um Ampallang e um Apadravya que podem ser feitos juntamente ou em sessões diferentes. O Tempo de cicatrização permanece o mesmo para cada furo, variando entre 6 e 12 meses.

Piercing Genital Magic Cross

 

Dydoe:

Esse piercing é outro grande sucesso das perfurações genitais masculinas, pode ser feito sozinho, mas normalmente é colocado em par. A joia é colocada atravessando o cume da glande e indo até a sua base. Sua cicatrização varia entre 4 e 6 meses.

Piercing Genital Dydoe

Piercing Genital Dydoe

 

Foreskin:

Esse piercing não pode ser realizado por homens circuncidados. O piercing é colocado no prepúcio e por furar justamente fira uma pele muito fina é preciso tomar cuidado para não enroscar. Sua cicatrização é rápida, entre 2 e 4 semanas

Piercing Genital Foreskin

Piercing Genital Foreskin

 

Frenum:

Esse piercing também é um dos mais procurados. A perfuração é feita diretamente no freio que liga a glande ao corpo do pênis. Caso o homem seja circuncidado a perfuração é feita na pele que recobre o pênis exatamente no mesmo lugar. A cicatrização o corre entre 2 e 5 semanas.

Piercing Genital Frenum Piercing Genital Frenulum

Hafada:

Os piercings chamados Hafada são piercings feito em qualquer parte da bolsa escrotal. Quando feito na base do pênis seguindo a linha do freio pode ser chamado de Lorum, esse nome surgiu da junção das palavras Low (baixo) e Frenum (freio). A cicatrização desse piercing acontece entre 6 e 8 semanas.

Piercing Genital Hafada

Piercing Genital Hafada

 

Guiche:

Logo após a bolsa escrotal temos o períneo e essa é a região explorada por essa perfuração. A joia é colocada horizontalmente perfurando a pele. A cicatrização varia entre 4 e 6 meses.

Piercing Genital Guiche

Piercing Genital Guiche

 

Púbico:

Essa perfusão é feita na base superior do pênis. Esse piercing nada mais é que um surface (piercing colocado na pele reta). Sua cicatrização leva em torno de 1 a 3 meses.

Piercing Genital Púbico

Piercing Genital Púbico

 

Transscrotal:

É um piercing que é colocado na bolsa escrotal atravessando-a completamente. Algumas vezes é feito como os alargadores utilizando bisturi e auxiliando a cicatrização com ajuda de pontos.

Piercing Genital Transscrotal

Piercing Genital Transscrotal

 

Implante subcutâneo:

Essa modificação não é exatamente um piercing, mas vale a pena falar sobre ela. Essa prática consistem em implantar uma ou mais esferas sob a pele do pênis, dando a ele textura que pode ou não agradar o(a) parceiro(a) sexual. É muito importante pensar bem antes de colocar esses implantes porque para retirar o processo é muito mais complicado e mais caro do que para colocar. Não encontrei o período de cicatrização, mas se compara com o período de uma micro cirurgia.

Piercing Genital Implante

 

Agora que você já conhece os principais piercings genitais nos diga se você teria coragem de fazer um. Se sim, qual?

Eu e a Tuy gostamos muito de tudo isso e logo, logo vamos fazer os nossos, ainda mais agora que conhecemos o Rony Hall e gravamos com ele! Vai ser muito bacana! Contamos tudo para vocês depois!

Não esqueçam de subir a hashtag #TUYPIERCINGMAMILO que já vale para o genital tbm! HAHAHAHAHA

Sou a mulher do século XXI

Falo palavrão ou palavras meigas, uso cueca ou fio dental, gosto do doce e não resisto ao salgado, ando de salto alto e adoro sapatilhas. Gosto de abraços carinhosos, puxões de cabelo ou olhares que dizem tudo.

Sou ativa, passiva, flex ou o que quiser… posso sempre me adaptar.

super mulher - dia das mulheres - sensualise moi - tuy e biel2

Seduzo 1, 2, 3 ou mais e não me importo se me julgam, sou feliz acima de tudo; não sou vadia, não sou santa, sou atentada, sou corajosa, sou querida. Mostro minhas pernas usando saias ou vestidos, mas escondo meu coração do jeito mais forte. Uso bolsas que cabem o mundo, mas nunca encontro o que preciso.

super mulher - dia das mulheres - sensualise moi - tuy e biel - we can do itPosso sorrir num dia triste e chorar num dia feliz só para ser do contra, deixar acontecer sem me importar se estou feia ou bonita. Não me escondo sempre atrás de maquiagem, mesmo com certos defeitos que ninguém deveria saber. Não tenho vergonha de gritar em cima do sofá se vejo uma barata, ou no meio da avenida a favor do direito à liberdade.

Cozinho e assisto jogos de futebol, de bom ou mau humor, instabilidade é quase meu sobrenome. Uso roupas, maquiagens e sapatos de marca ou de lojas da esquina, me sinto bem com o que é confortável.

Faço arte e não sou artista, pinto o 7 sem estar no jardim de infância. Trabalho e cubro meus vícios-necessidades, sejam esmaltes, perfumes, roupas ou uma viagem tão desejada.

Sou mais do que mulher, sou guerreira, poderosa, vencedora…sou a mulher do século XXI.

Já existiam GIFS eróticos no século XIX em meados de 1880

Há algum tempo foi divulgada uma série misteriosa no Getty Images com diversas imagens estereoscópicas datadas de meados de 1880, animando as duas imagens temos os primeiros gifs eróticos do mundo.

A técnica de estereoscopia era o único método capaz de produzir os primórdios do GIF, com grande popularidade durante as décadas de 1860 e 1870.

 

 

A técnica consiste em colocar duas imagens iguais lado a lado dentro de uma espécie de binóculo; as duas possuem diferenças de iluminação que criam a percepção de profundidade e relevo quando vistas com o olho esquerdo e direito ao mesmo tempo, assim o cérebro enxerga as duas imagens como uma única imagem 3D.

Veja como ficariam as imagens se fossem GIFS eróticos de internet.

gifs do seculo XIX - estereoscopia - arte erotica - sensualise moi (1) gifs do seculo XIX - estereoscopia - arte erotica - sensualise moi (2) gifs do seculo XIX - estereoscopia - arte erotica - sensualise moi (3) gifs do seculo XIX - estereoscopia - arte erotica - sensualise moi (4) gifs do seculo XIX - estereoscopia - arte erotica - sensualise moi (5)

banner sensualise moi

Mais de 10 milhões viram esse namorado pedir um copo de chá

Um jovem decidiu fazer uma brincadeira de bastante mal gosto com a namorada. Ele se ajoelha aos seus pés, faz uma ceninha como se fosse pedi-la em casamento e… pede um copo de chá.

Ele fala exatamente o seguinte no vídeo:

“Venha aqui um segundo. Basicamente, eu estou um pouco nervoso, então seja paciente comigo por um minuto. Dê-me sua mão um segundo. Você me faz o homem mais feliz do mundo fazem.Eu sei que nós não estamos juntos há tanto tempo, mas eu te amo. Você me faz o homem mais feliz do mundo. Eu tenho uma pergunta a fazer-lhe .. Você me faz uma xícara de chá?”

noticias e curiosidades

Zika vírus pode ser transmitido através do sexo?

O Zika vírus é uma grande preocupação para a Organização Mundial de Saúde, que declarou emergência internacional por conta dos casos de microcefalia na região da América Latina após uma reunião em Genebra no início de fevereiro.

Transmitido principalmente através da picada do mosquito Aedes aegypti, os casos de transmissão via relações sexuais, aleitamento materno e transfusão de sangue ainda estão sendo estudados.

Foto via noo.com.br

Foto via noo.com.br

O principal relato de transmissão do zika através do sexo vem de um pesquisador americano chamado Bryan Foy, que trabalhou nas florestas do Senegal em 2008 e foi picado diversas vezes por vários mosquitos. Alguns dias após voltar para casa apresentou os sintomas atribuídos ao zika vírus; 10 dias após seu retorno, sua esposa, que não tinha viajado, também foi diagnosticada com o vírus.

Os dois haviam feito sexo logo após a chegada do pesquisador, e como seus filhos não haviam pego a doença, os cientistas descartaram a possibilidade de contágio via oral e suspeitaram da transmissão sexual. O trabalho foi publicado no Emerging Infectious Diseases em maio de 2011, divulgado pela revista Science e pelo Daily Mail.

Já em 2013, durante o surto de zika na Polinésia Francesa, outros pesquisadores detectaram o vírus no sêmen de um homem de 44 anos. Isso seria suficiente para que ele infectasse outras pessoas caso não usasse preservativo durante as relações sexuais.

Foto via aldesul.com.br

Foto via aldesul.com.br

Apesar de cerca de 12 grupos de pesquisadores do mundo todo pesquisarem sobre o zika vírus, ainda não se sabe muito sobre o que ele pode causar a longo prazo. Os sintomas são parecidos com o da dengue e passam em alguns dias, entretanto a maior preocupação agora é a transmissão para mulheres grávidas.

Já há grandes indícios de que os casos de microcefalia em bebês tenham relação com o vírus, ou seja, a orientação é de que grávidas usem preservativo. Mesmo que a relação seja estável e que não seja o hábito do casal, o melhor nesse caso é prevenir.

 

Se você conhece mulheres grávidas ou que pensam em engravidar nos próximos 12 meses por favor, compartilhe esse texto com ela clicando nos ícones de rede sociais aqui embaixo.

“A prótese de aumento peniano perfurou meu pênis”

Muitos homens querem aumentar o pênis, e muitas vezes a promessa de aumento é tão grande que eles esquecem de pesquisar melhor sobre as consequências. Nesse post nós falamos sobre a prótese para aumentar o pênis do Dr. James Elist, residente de Beverly Hills.

Procurando melhor na internet encontramos diversos relatos sobre homens insatisfeitos com a prótese, descrevendo problemas que vão desde sentir uma ponta afiada por dentro da cabeça do pênis até deformação do corpo e glande do membro, o que causava muito mais desconforto do que o pênis pequeno. Em casos mais graves havia até risco de perder o pênis.

Alguns tiraram a prótese após perceber o incômodo e os riscos referentes a cirurgia, outros ainda preferiram manter o implante (mas precisaram trocá-la por motivo de rejeição do corpo ou infecção).

Dentro desses relatos encontramos Patrick (nome que ele se identificou no fórum), residente da Irlanda que teve complicações bastante graves. Veja só o que ele diz:

 

Eu podia sentir as bordas do implante e uma ponta afiada na cabeça do pênis

“Olá,

Meu nome é Patrick, sou um homem de 35 anos da Irlanda, e eu tive a cirurgia com o Dr. Elist em janeiro de 2010 (implante peniano). Eu peguei um enorme empréstimo para viajar para os EUA, ficar em um hotel, e o mais importante, fazer a cirurgia. Serão mais 3 anos para pagar o empréstimo!

Inicialmente, eu estava muito feliz com o implante do Dr. Elist. Eu tinha um pouco de dor forte no início, que passou de “muita dor” para “moderado”, como está descrito no seu site.

Após cerca de 2 semanas eu estava quase sem dor e a cicatrização correu bem. Depois de cerca de 10 semanas eu era capaz de fazer sexo “light” com minha esposa.

Como muitos outros têm relatado, eu podia sentir as bordas do implante e uma ponta afiada na cabeça do pênis (na parte superior, onde as duas metades foram costuradas). O material do implante em si parecia muito resistente e duro dentro do meu pênis. Era muito perceptível ao toque, mas parecia muito bem. E eu finalmente me senti confortável usando mictórios públicos, etc. Eu realmente amei o visual do meu novo pênis.

Cerca de 3 meses atrás, depois de ter tido relações sexuais normais com minha esposa (não hardcore, mas também não light, apenas “normal”), meu pênis estava dolorido durante toda a noite e no dia seguinte. Comecei a me sentir doente e na noite seguinte minha temperatura corporal subiu para 40 graus. Minha esposa me deu 2 comprimidos de paracetamol a cada 4 horas para abaixar a temperatura. Meu pênis, escroto e monte púbico doía como o inferno e tudo estava muito inchado.

Escrevi ao Dr. Elist, que me disse para ver o meu clínico geral; ele me prescreveu antibióticos fortissimos. Claro, meu médico me examinou muito cuidadosamente e, sem saber o que estava dentro do meu pênis, questionou se essa era uma boa coisa para ter. Demorou 3 semanas completas para o inchaço diminuir. Tomei os antibióticos por três semanas completas.

Durante este tempo, e mais tarde, o meu médico local me re-examinou e explicou que o material dentro do meu pênis soltou-se e que a ponta afiada e/ou as bordas causaram lesões microscópicas, que, por sua vez, causaram a infecção.

Tenho contatado o Dr. Elist várias vezes após isso para aconselhar, mas ele só pediu para que eu mandasse fotos e uma vez eu lhes tinha enviado não me respondeu mais.

Qual de vocês pode me dar qualquer aconselhar? A dor no meu pênis é tolerável, mas certamente eles está deformado porque o implante parece ter deslocado e meu pênis parece muito maior agora (isso não é legal!), especialmente em um lado.

Além disso, eu não tive relações sexuais com minha esposa desde a infecção (porque eu simplesmente não posso, ereções causam dor semelhante à dor que eu tive logo após a cirurgia).”

 

Após alguns meses desse texto, Patrick finalmente conseguiu dinheiro para viajar novamente para Los Angeles para remover a prótese. Por telefone o médico não conseguiu lhe responder se seria possível colocar outro implante no local ou se ele deveria ser retirado por completo, já que o risco de novas infecções seria constante.

O maior medo dele era de que voltasse a ter um micropênis (apenas a cabeça era exposta quando flácido e o tamanho era menor de 7cm quando ereto). Havia também o risco de que o tamanho e largura diminuíssem consideravelmente após a retirada.

 

O implante perfurou a pele atrás da cabeça do meu pênis

“Olá rapazes,

Devido ao fato de eu precisar trabalhar (eu já tinha tirado minha licença anual), não pude ir ao consultório do Dr. Elist por vários meses, e apesar de ter tratado a infecção com antibióticos, o implante fora do lugar já tinha perfurado a pele logo atrás da cabeça do meu pênis.

Dr elist me disse ao telefone para limpar a abertura com um anti-séptico e envolvê-la todos os dias até que eu conseguisse finalmente vê-lo, a fim de evitar uma infecção geral. Ele me disse para não se preocupar, mesmo depois de ter visto as fotos que eu lhe enviei.

De qualquer forma, eu finalmente vim para os Estados Unidos e minha cirurgia foi feita na quarta-feira.

Mas deixe-me recuar um pouco: Em primeiro lugar, permita-me dizer que eu estou financeiramente quebrado. Eu usei todas as minhas economias junto a um empréstimo adicional de € 6000 do meu melhor amigo em fevereiro do ano passado, a fim de vir para os EUA para fazer o implante. Eu perguntei ao Dr. Elist sobre possíveis complicações devido ao silicone ser um corpo estranho e ele me disse muito honestamente que embora todas as tentativas serem feitas para minimizar o risco de infecção, ele não podia dar nenhuma garantia de que isso nunca iria acontecer. Se o corpo rejeitasse, ela teria que ser removida.

Eu disse a ele que seria financeiramente impossível para mim voltar para os Estados Unidos e pagar para a remoção se isso se tornasse necessário. Nesse ponto, ele me disse que eu não precisaria me preocupar e que ele fornecia qualquer pós-tratamento necessário para seus pacientes. Ele deve ter feito uma nota sobre isso no meu arquivo do paciente, porque quando eu voltei para o escritório dele na quarta-feira para que ele me examinar, em preparação para a remoção, ele me disse iria me ajudar com a passagem aérea (Eu peguei outros € 1000 do meu melhor amigo para pagar o vôo, o hotel e a medicação – a cirurgia sairia de graça).

Durante o exame na quarta-feira, ele colheu um pouco de sangue para o laboratório e deu uma boa olhada no meu pênis, afirmando que o implante deveria ser removido.

Ele me disse que eu seria normal diminuir um pouco a largura, e que eu precisava fazer exercícios manuais a fim de recuperar o meu comprimento. E eu precisava ser paciente. Ele me daria os dispositivos que eu precisava para isso. Obter o comprimento de volta levaria alguns meses e muita dedicação da minha parte. Acreditei nele e podia aceitar o que ele disse.

Depois da cirurgia acordei com a enfermeira ao meu lado, que me disse que tudo correu bem e que o Dr. Elist voltaria quando eu estivesse mais acordado para me levar ao seu escritório. Ali eu pude descansar um pouco mais, beber água e comer alguns biscoitos, e em seguida, tomar um táxi para o hotel.

Quando o Dr. Elist chegou, ele me explicou que não teve que reabrir a minha cicatriz cirúrgica original na região pubiana, e que ele foi capaz de remover o implante através da área onde havia perfurado a pele. Desta forma, ele não precisou fazer quaisquer outras incisões e só precisou para costurar a área ao redor da cabeça do pênis após a remoção, que agora se parece com uma cicatriz de circuncisão. Isso poderia minimizar a dor, qualquer tecido cicatricial adicional e meu tempo de recuperação.

Deixo claro que minhas intenções quando fiz o implante de pênis podem ser diferente da sua. Eu não tinha um pênis de tamanho médio, à procura de uma versão estrela pornô, mas eu tinha um pênis pequeno, tanto em comprimento quanto largura, procurando uma versão tamanho normal com o qual eu pudesse fazer minha esposa feliz.

Com o implante, eu tinha exatamente o que eu estava procurando. E durante o sexo foi excelente porque foi a primeira vez na minha vida que eu pude fazer a minha mulher ter um orgasmo através do sexo normal.

Se o implante não tivesse infeccionado eu nunca o teria removido. No entanto, as chances eram contra mim e ele precisava ser removido. Pelo menos a largura ainda é boa e estou seriamente esperando que eu ainda pode satisfazer a minha esposa. Claro, eu vou fazer qualquer exercício sugerido pelo Dr. elist a fim de obter meu comprimento de volta.

No entanto, quero felicitar todos os que fizeram esta cirurgia e que estão felizes com os resultados. No entanto, em relação a minha própria circunferência, eu já tenho o melhor dos dois mundos: um pênis tamanho permanentemente normal e nenhum material estranho dentro de mim.”

 

Após alguns meses de cicatrização e tratamento, Patrick voltou para contar exatamente como ficou o pênis após a retirada do implante para aumento peniano.

 

Nada valeu a pena

“Olá pessoal,

‘Normal’ pode ser um exagero. E a circunferência não é surpreendente, mas é ok. Minha largura é muito menos agora do que era quando eu tinha o implante, mas ainda é maior do que antes de eu colocar o implante.

Em relação comprimento, este é um pouco complicado: Eu acredito (não tenho provas para este !!) que o Dr Elist tenha feito um novo tipo de ligamento, porque desde a cirurgia sinto um “fio duro” que vai do topo do meu pênis até a região pubiana . Esta ligação parece impedir o meu pênis de sair do meu corpo ao máximo quando flácido, mas quando ereto, ele faz com que meu pênis aponte para cima.

O ligeiro aumento na circunferência e o fato de que o meu pênis aponta para cima quando ereto são os dois únicos resultados positivos. Minha esposa é bastante feliz com isso, então eu não estou pensando fazer mais nada com ele. Nada valeu a pena, o dinheiro ou a dor de cabeça.

Abraço a todos,

Pat”

Após pesquisar mais no fórum, percebemos que realmente não vale a pena. Hoje o Dr. James Elist possui um contrato gigantesco antes de qualquer cirurgia, o que inclui um termo de responsabilidade que alerta sobre o risco de morte.

 

Nós, e muitos outros homens ao redor do mundo, não indicamos esse tipo de procedimento. Mas se mesmo assim você deseja fazê-lo e acha que isso vai te fazer um homem mais feliz, pesquise muito antes da cirurgia e esteja cientes dos riscos (que são maiores do que os benefícios).
Clique aqui para saber mais sobre o implante peniano do Dr. Elist.

Clique aqui para saber 4 formas naturais de aumentar o pênis

*Tomamos a liberdade de divulgar o relato no blog para poder alertar outros homens que desejam fazer a cirurgia. O fórum que o texto está é público, portanto qualquer pessoa pode acessá-lo aqui.

Conheça as próteses de silicone para aumentar o pênis

Apesar de muitos dizerem que não, o tamanho importa para a sociedade. Mais do que para o prazer sexual, o tamanho do pênis influencia diretamente na auto estima e masculinidade de um homem, que às vezes prefere não ir a mictórios públicos ou tomar banho no vestiário com os amigos simplesmente por achar o seu tamanho inferior. Em casos mais extremos o homem foge de relacionamentos estáveis por medo e vergonha de mostrar o pênis para outra pessoa.

Na maioria das vezes o “problema” não é físico; o homem possui um pênis entre 12 e 16cm ou maior, um tamanho completamente normal (a média mundial gira em torno de 13cm a 13,8cm).

Entretanto, cerca de 0,68% da população possui o que os médicos chamam de micropênis, ou seja, pênis com tamanho menor do que 7cm ereto e/ou menor do que 2,5cm flácido.

 

Para a felicidade dos homens um médico urologista chamado Dr. James Elist criou uma prótese de silicone inserida diretamente no pênis.

Foto: material de divulgação

Foto: material de divulgação

Há tamanhos G, GG e GGG, já que segundo o médico “ninguém quer tamanho pequeno”.

Apesar dos tamanhos grandes, antes da cirurgia é feito uma avaliação junto ao paciente para que saber qual tamanho de prótese o membro pode suportar.

Este é o resultado prometido após a cirurgia para aumentar o pênis. Foto via site oficial Dr. Elist

Este é o resultado prometido após a cirurgia. Foto via site oficial Dr. Elist

A cirurgia custa em torno de 13 mil dólares e pode ser feita em Beverly Hills. O médico também oferece outros tipos de cirurgia para a região, como implante de testículos.

A cirurgia é feita dessa forma: (vídeo de divulgação do canal do Dr. Elist)


Mesmo com a evolução dos tipos de prótese para aumentar o pênis, elas ainda são percebidas pelo toque, ou seja, todos que tocarem saberão que você passou por uma cirurgia (assim como próteses de silicone para os seios).

Apesar dos “benefícios” a cirurgia é muito dolorida e pode ter efeitos colaterais bastante desagradáveis. Clique aqui para ler o relato de Patrick sobre quando a sua prótese infeccionou.

Mulher viaja o mundo segurando coisas com a vagina

Kim Anami é especialista em sexualidade e relacionamento e criou o programa de exercícios para a vagina intitulado “Kung Fu Vaginal” que dura 8 semanas.

O programa se popularizou depois que o vídeo “10 razões para levantar pesos com a vagina” virou hit na internet em 2014. (veja no final da página).

Em seu instagram, Kim mantém fotos ao redor do mundo segurando diversas coisas com os músculos da vagina. Ela escolhe objetos que tenham a ver com cultura local, como cocos e tomates e também aceita sugestões através da hashtag #thingsiliftwithmyvagina

Veja algumas fotos:

Uma foto publicada por Kim Anami (@kimanami) em

Uma foto publicada por Kim Anami (@kimanami) em

Uma foto publicada por Kim Anami (@kimanami) em

Uma foto publicada por Kim Anami (@kimanami) em

Uma foto publicada por Kim Anami (@kimanami) em

Uma foto publicada por Kim Anami (@kimanami) em

Uma foto publicada por Kim Anami (@kimanami) em

E esse é o vídeo que dá vários motivos para que você faça exercícios vaginais, incluindo orgasmos mais fortes (ou vc pode virar atração de festa jogando bolinhas de ping pong).

Almanaque erótico do século XIX é relançado no Brasil

Esqueça a frase “no meu tempo isso não existia“. Depois das Ilustrações eróticas do século XIX do pintor húngaro, é a vez dos portugueses mostrarem com o seu almanaque erótico que o sexo e erotismo sempre esteve presente na nossa vida.

almanaque erótico do século xix

No final do século XIX circulou por baixo dos panos portugueses um livro de humor diferente, um humor proibido. O livrinho chamado “O pauzinho do matrimônio” continha ilustrações fantasiosas e erotizadas e seguia o modelo de almanaques do período, com anedotas, cantigas, novelas e piadas, porém com um assunto bem escandaloso para a época. Tão escandaloso que a Biblioteca Nacional de Portugal fingiu não vê-lo e não guardou nenhum exemplar para contar história.

Ainda assim alguns volumes circulavam por aí e foram mega disputados por colecionadores. E foi graças a um deles, o historiador e bibliófilo António Ventura que o almanaque erótico pode ser relançado. A nova versão saiu em novembro/2015 pela Tinta da China, em edição integral.

almanaque erótico do século xix-3

Os capítulos tem nomes como “Caralhofobia“, “O saxopênis” ou “A Arte de gozar e fazer gozar” e logo no início possui uma advertência “Vão gritar muito contra o pauzinho. Dirão que é imoral, que não tem graça e há-de até parecer-lhes perigoso. E contudo serão eles próprios, os pudicos, os castos, que hão-de comprar o livro e lê-lo de uma assentada”.

Você pode comprar o livro aqui.

Acesse também o post sobre Ilustrações eróticas do século XIX